Deixe que o mPass Fever cuide da sua saúde.

By 22 de maio de 2020Blog

Diante da atual situação de pandemia, que perdura mundo afora, surge à necessidade de renovação de conceitos de convivência, observando novos cuidados. Nesse sentido, tanto as pessoas como as empresas necessitam alterar seu comportamento para seguir em frente, tanto em segmentos essenciais, que nunca interromperam suas atividades, quanto nas empresas que estão com os funcionários remotos, cumprindo o isolamento social, quando chegar ao momento da volta ao trabalho.

Para apoiar nesse momento, a MONTREAL, uma empresa pioneira no segmento de integração, criou uma solução: o mPass Fever. Essa tecnologia permite o controle de acesso aos ambientes através de reconhecimento facial– sem contato físico – e também monitora a temperatura corporal das pessoas, através de infravermelho. Com isso, permite as empresas identificarem possíveis pessoas sintomáticas, evitando a contaminação em ambientes corporativos e públicos.

Uma das características da solução é a velocidade na identificação dos usuários, por meio de biometria facial, em menos de um segundo, a uma distância de cerca de 1m e a aferição da temperatura com precisão de 0,2º. Todo esse cuidado serve para identificar pessoas com febre e evitar a contaminação por doenças infectocontagiosas. Por isso, o mPass Fever foi criado para atuar logo no primeiro contato com os usuários.

Podemos citar varias aplicações da solução, como na entrada de empresas, obras, fábricas e escolas, onde o controle de acesso com reconhecimento facial e aferição de temperatura pode ser integrado ao sistema atual, trazendo mais segurança e cuidado, sem intervenção manual, e com registro do histórico das medições. As fotos dos funcionários podem ser alimentadas no sistema mPass Fever, para reconhecimento facial, sendo que o sistema permite a identificação do usuário mesmo com máscara e pode orientar ao usuário sem máscara que nesse momento coloque o equipamento de proteção antes de ter acesso ao ambiente. A entrada de visitantes pode seguir o mesmo processo, com envio da foto do novo usuário e cadastro prévio no sistema, em dia e horário específicos.

Para ambientes públicos, como shoppings e aeroportos, por exemplo, existe uma opção do mPass Fever que serve somente para medição de temperatura, que consegue detectar e monitorar um grupo de até três pessoas de uma única vez.

Outra aplicação que serve para hospitais, clínicas, e laboratórios onde, assim que o paciente chega ao local de acesso, ele passaria por esse primeiro passo da triagem. Caso seja detectada uma temperatura elevada, o acesso ao ambiente seria negado e ele teria que ser isolado em outra área e prontamente atendido com protocolo específico para a situação.

No caso dos ambientes corporativos, caso o colaborador seja detectado com uma temperatura acima do normal, o seu acesso ao ambiente de trabalho seria negado, fazendo com que a porta de entrada ficasse travada para a segurança e saúde das demais pessoas. A solução foi feita buscando o bem-estar de todos.

Prova disso é que o mPass Fever foi aprovado no desafio Startups Vs Covid-19, que busca soluções tecnológicas capazes de mitigar direta ou indiretamente os efeitos da pandemia do novo coronavírus. E não para por aí.

Além disso, o sistema procura atender a todos os tipos de ambientes. Uma das vantagens do mPass Fever é que a solução pode trabalhar também em ambientes externos, como canteiros de obras, com baixa ou alta luminosidade, respondendo também contra tentativas de fraudes no controle de acesso, impedindo a entrada, por exemplo, quando utilizadas fotos de dispositivos móveis.

No final das contas, o nosso propósito é com a segurança e a saúde na sua empresa. Nunca foi diferente. Essa é a nossa mensagem. Cuide-se. Ou melhor, deixe que nós cuidamos de você.

Montreal, o futuro presente.